Libreria Circulo Rojo

Librería Online. Libros en formato EBOOK, PDF y EPUB

Pragmatismo De Las Flores

Sinopsis del Libro

Libro Pragmatismo De Las Flores

A PRESENTIFICAÇÃO DA MORTE E SEUS MISTÉRIOS Se Mallarmé dizia que “tudo no mundo existe para chegar a um livro”, Airton Souza recolhe nesta sua obra, Pragmatismo das flores, a experiência de uma ausência, o que não pode estar no mundo, em sua existência, que é a morte. Algo que não poderia ser representado. E é a partir, paradoxalmente, da busca de uma presença, do corpo, da linguagem, de um “pragmatismo” que o poeta aqui em questão vai tentar solidificar a presença da morte. Giorgio Agamben, no maravilhoso livro, A linguagem e a morte, ao referir-se a Heidegger, mostra-nos o problema da origem da negatividade que em Ser e Tempo (Sein und Zeit) é revelada no Dasein (presença, existência, o ser aí). Essa antecipação da morte se apresenta no próprio ser a partir de sua consciência sobre a morte, o que o difere dos animais. A supressão da existência comparece em Airton Souza a partir de um viés familiar, a morte dos pais, como o próprio autor diz na dedicatória a eles que morreram quando “...ainda era inverno”. O livro é uma rica homenagem à memória dos pais. O poeta paraense procura superar o esquecimento através dos inusitados neologismos que ele cria ultrapassando o envelhecimento do tempo. O novo - o reflorescer os seus amados pais a partir de inventivas palavras - é afirmado ao longo de seus 57 poemas. Temos o título original que o escritor escolhe para fazer essa homenagem. “Pragmatismo das flores” contém ao mesmo tempo a naturalidade e a imanência da natureza, querendo questionar a morte “antinatural” e que conduz a metafísicas insondáveis. Esse novo livro de Airton Souza é dividido em três partes como uma tese/antítese ou antítese/tese e um final surpreendente como síntese a partir de uma consumação em que ele reúne as figuras dos pais, antes separadas, nas duas primeiras partes. A primeira parte vai versar sobre o pai e a segunda sobre a mãe. Mas essa ordem é quebrada, ao Airton Souza começar a última parte pela mãe, revelando, aqui, a igual importância que os dois tinham em sua vida. Os poemas não têm título, são numerados, a dar a ideia de tempo, de progressão, procurando rasurar a atemporalidade da morte que subitamente nos arranca do chão, da realidade. A busca desse pragmatismo em Airton Souza é recorrente em outras obras suas como “Manhã Cerzida”, em que ele rascunha a possibilidade de uma poesia feita do chão da realidade. E, aqui, um paradoxo original de Airton, dar corporalidade à experiência da morte. E ele consegue isso através de uma técnica elevada, sublime com a força do sagrado, da religiosidade. Seus poemas são orações dedicadas aos seus pais em forma poética. Uma metalinguagem litúrgica é criada, mas fora das religiões oficias e fadada ao próprio objeto-sacro da poesia, o fazer poético é sua missa. O título da primeira parte é “Oração ao pai” e da segunda “Reza a mãe”. Com relação a Kafka, Maurice Blanchot disse: “Ele deveria buscar Deus participando da comunidade religiosa e, em vez disso, se contenta com essa forma de oração que é escrever.” No poema que abre o livro, temos: “está escuro aqui, pai/e esse distante olhar/é que invernece essa dor/do que aos poucos/é só miragem/jogado no chão dessa aparente geografia/a não pertencer a nenhum de nós//tenho um olhar vazado/& outro devasso e vassalo/que formulou até agora/uma única idade para o magma: amor.”. A existência, o chão da dor, da ausência, do inverno, ou seja, a experiência é levada ao alto grau de consideração. Ao longo do livro, os afetos, os desafetos, os remorsos, as palavras não ditas, a incomunicabilidade entre eles, a tristeza da mãe, revelam a força dessa palavra “amor” que é dita no final do primeiro poema do livro. O amor é a força coesa e misteriosa que une os seres. Apesar do sofrimento, da miragem, da dor, é possível se criar uma ilha paradisíaca no coração do poeta Airton Souza,...

Ficha del Libro

Número de páginas 83

Autor:

  • Airton Souza

Categoría:

Formatos Disponibles:

MOBI, EPUB, PDF

¿Cómo descargar el libro?

Te indicamos a continuación diferentes opciones para descargar el libro.

Valoración

Popular

5.0

46 Valoraciones Totales


Más libros de la categoría Ficción

El milagro original

Libro El milagro original

El thriller más trepidante, lleno de aventuras y, sobre todo, más divertido de 2017. Historia, suspense, ciencia y aventura en una intriga contra reloj que nos invita a viajar a lo largo de 2500 años, desde la antigua Mesopotamia al Tercer Reich, desde el Museo Británico al Japón milenario Karen Holt es agente de un servicio de inteligencia muy peculiar. Benjamin Hood es un investigador del Museo Británico que no sabe muy bien ni por dónde anda, cínico, deslenguado y con un peculiar sentido del humor. Ella investiga una espectacular serie de robos de objetos históricos por todo el...

Kafka en la orilla

Libro Kafka en la orilla

Kafka Tamura se va de casa el día en que cumple quince años. Los motivos, si es que los hay, son las malas relaciones con su padre –un famoso escultor convencido de que su hijo repetirá el aciago sino del Edipo de la tragedia clásica– y la sensación de vacío producida por la ausencia de su madre y su hermana, que se marcharon también cuando él era muy pequeño. Sus pasos le llevarán al sur del país, a Takamatsu, donde encontrará refugio en una peculiar biblioteca y conocerá a la misteriosa señora Saeki. Si sobre la vida de Kafka se cierne la tragedia (en el sentido clásico), ...

La Alianza

Libro La Alianza

Dos razas: humana y alienígena. Esta última invade a la tierra, pues se consideran una raza superior que quiere dominar a los humanos porque son un virus que destrozan su hogar. Pero una mujer supo que cuanto más nos mezclábamos y más nos comprendemos los unos a los otros, mejor futuro tendríamos.

Cerca del fuego

Libro Cerca del fuego

Es una obra ambiciosa y personal, en donde la azarosa búsqueda del personaje lo lleva a conocerse a sí mismo y, a la vez, la terrible realidad de la ciudad de México. Cerca del fuego muestra a un José Agustín en posesión de un estilo exacto y ardiente. En estas páginas los lectores asistimos al conocimiento que el autor posee del ser humano y de sus rincones insondables. Es ésta una obra ambiciosa y personal, donde la búsqueda conduce hacia las profundidades del ser y hacia un afuera escalofriante. En palabras del autor, "mi mejor libro". He aquí una historia en la que no hay lugar...

Novedades Bibliográficas



Últimas Búsquedas